AUTOCONFIANÇA

Quando eu estava fazendo minha formação em “Hipnoterapia Educativa” e “Psicoterapia e Hipnoterapia Ericksoniana”, meu professor; Bayard Velloso Galvão, explicou que CONFIAR vem do verbo “FIAR” = TECER. Portanto confiar significaria: “Tecer algo com alguém”. E para se “tecer” algo com alguém, envolve tempo.

Portanto a CONFIANÇA se diferencia do ACREDITAR, embora no início de qualquer relação há de ter o acreditar (fé) em alguém, para que com o tempo, aquele alguém se mostre digno (ou não) de confiança.

Nunca me esqueci dessa aula, e hoje ao abordar o tema sobre AUTOCONFIANÇA, eu não poderia deixar de relatá-la.

A confiança é necessária nas relações humanas e envolve certo grau de vulnerabilidade (sua e a do outro). A autoconfiança é igualmente indispensável na qualidade de nossas relações e envolve uma grande disponibilidade de autoconhecimento.

Na autoconfiança, o sentimento de segurança e amor estão, intrinsecamente, presentes, portanto só através do autoconhecimento você é capaz de conhecer suas vulnerabilidades, qualidades, habilidades, dons e hábitos de julgamento.

Ela exige a contemplação do nosso lado sombra, ou seja, as qualidades que possuímos, mas julgamos “feias” ou “más”.

A autoconfiança pede o exercício constante dessa contemplação e aceitação.

Penso que somos nós que ESCOLHEMOS e DECIDIMOS acreditar ou não em algo. Portanto a autoconfiança também envolve essa decisão em acreditar em si mesmo, não deixando que o perfeccionismo te impeça de aceitar suas imperfeições.

Imprescindível para nossa saúde e bem estar, a autoconfiança permite:

– Ter mais disponibilidade em aprender e conhecer coisas novas;

– Diminui os medos e inseguranças fazendo não perder mais tempo e energia com preocupações;

– Aumenta nosso desempenho em nossas tarefas e atividades.

Muitas pessoas pensam que a autoconfiança é um traço de personalidade (nascemos com ela ou não), mas isso não é verdade.

A autoconfiança, assim como a resiliência e outras qualidades psíquicas fundamentais, pode ser APRENDIDA.

Mesmo que ao longo de sua vida você não teve uma boa rede de apoio e orientação, você pode praticar, desenvolver e aumentar sua autoconfiança.

Ela, assim como a confiança, levará um tempo para surgir e se solidificar. Você terá de ter persistência e disciplina, afinal todas as aprendizagens exigem isso de nós.

VERÔNICA DUTENKEFER

Psicoterapeuta e Terapeuta Holística

CRTH-BR 5234

(11) 9.6484-5432

E-mail: veveduten@yahoo.com.br