2 – OS ESTADOS DE EGO – DA ANÁLISE TRANSACIONAL de Eric Berne

Eric Berne (1910–1970), psiquiatra americano, mas canadense por nascimento, foi quem estruturou a ANÁLISE TRANSACIONAL.

No intuito de simplificar seu trabalho e facilitar a compreensão dos padrões de comportamento que  ele percebia ocorrer nas sessões terapêuticas, Berne denominou-os, respectivamente, de ADULTO, CRIANÇA e PAI, por apresentarem muita semelhança com a idade adulta, a infantil e com o papel de pai. Portanto, o homem é um ser que possui uma personalidade global, porém, formada por “subpersonalidades”, a que Berne deu o nome de Estados de Ego.

– SOMOS FORMADOS POR TRÊS ESTADOS DO EGO.

– A DINÂMICA DOS ESTADOS DO EGO FORMA NOSSA PERSONALIDADE.

– OS ESTADOS DE EGO FORMAM UM CONJUNTO QUE DETERMINA NOSSOS PENSAMENTOS, SENTIMENTOS E CONDUTAS.

ESTADO DE EGO DE CRIANÇA (Eric Berne)

Conceito sentido de vida

O que quero fazer

Cada pessoa traz dentro de si o menino ou a menina que sente, pensa, fala e reage como fazia naquela idade. É a nossa parte infantil, que independe de nossa idade cronológica.

Representam os comportamentos emocionais, como alegria e tristeza, o amor e o ódio, o prazer e a dor, o destemor e o medo a curiosidade, a intuição e todas as funções fisiológicas. São, portanto, conceitos sentidos.

Grosso modo, este Estado de Ego forma-se nos primeiros cinco anos de vida.

O Estado de Ego de CRIANÇA divide-se em:

– CRIANÇA LIVRE,

– CRIANÇA REBELDE e

– CRIANÇA SUBMISSA

VERÔNICA DUTENKEFER

Psicoterapeuta e Terapeuta Holística

CRTH-BR 5234

(11) 9.6484-5432

E-mail: veveduten@yahoo.com.br