EMOÇÕES & SENTIMENTOS

 Hoje você ficará sabendo um pouco sobre os SENTIMENTOS, então vamos lá:

Vimos na última postagem que as emoções produzem reações neurovegetativas e, portanto, são predominantemente inconsciente, ou seja, elas ocorrem abaixo de nossa linha de percepção.

Quando você consegue perceber alguma alteração desse programa emocional, aí chamamos de SENTIMENTOS.

O sentimento é a percepção consciente de uma emoção. Quando você  a percebe, interpreta e, quase sempre, consegue nomea-la.

Essa percepção é sempre parcial pois é impossível tomar consciência de todas as alterações simultâneas que ocorrem em nosso corpo e que levam apenas segundos para se concretizarem.

Por exemplo: imagine que está dirigindo seu carro e quando para num semáforo vê um homem armado assaltando o motorista do carro da frente. Você vai conseguir perceber por exemplo, seu coração acelerado, sua boca seca, os tremores de suas mãos e vai interpretar aquelas sensações como medo. Mas é impossível que você também perceba outras alterações corporais que estão acontecendo simultaneamente, como por exemplo o aumento de suas pupilas ou que os movimentos peristálticos de seu intestino pararam, etc.

Seu cérebro não consegue diferenciar se o que está ocorrendo é real (estímulo externo) ou está ocorrendo apenas na sua mente – lembranças, preocupações, imaginação (estímulo interno) por isso ele vai acionar a mensagem para que o sistema nervoso simpático regule o seu corpo, basicamente, para atacar (resistir) ou fugir (escapar).

Pontos importantes que diferenciam os termos: “EMOÇÃO” e “SENTIMENTOS”:

– As estruturas dos circuitos cerebrais que são responsáveis por mediar as emoções não são as mesmas que são responsáveis por mediar os sentimentos;

– Nem sempre uma emoção se torna consciente, ou seja, não se torna sentimento, mas todo sentimento vem de uma emoção;

– Primeiro ocorre a emoção inconsciente e depois o sentimento consciente;

– A emoção é algo mais “rudimentar”, automático e fisiológico;

– O sentimento é mais psicologicamente complexo porque envolve vários processos como: memórias, identidade, personalidade e processos cognitivos.

VERÔNICA DUTENKEFER

Psicoterapeuta e Terapeuta Holística CRTH-BR 5234

(11) 96484-5432