SUGESTÕES DE TRATAMENTOS NATURAIS PARA DEPRESSÃO:

1 – AROMATERAPIA:

DIFUSÃO

“A maneira mais simples e efetiva de difundir um óleo essencial no ambiente é com a ajuda de um difusor de aromas.

Difusores a vapor a frio são utilizados para dispersar os óleos essenciais no ambiente de forma que as moléculas de óleos essenciais permanecem intactas durante horas no ambiente.

Dessa forma, eles são capazes de purificar e melhorar a qualidade do ar dos ambientes, inclusive acabando com bactérias, vírus, fungos e ácaros através de suas propriedades antissépticas.

Existem dezenas de modelos de difusores de ambiente, e você pode escolher o que se adapta melhor para o seu caso.

Difusores a calor precisam ter a temperatura controlada até no máximo 50-60ºC. Se a temperatura subir pode alterar a composição química dos óleos essenciais e diminuir suas qualidades terapêuticas.

É preciso tomar cuidado ainda com o excesso de estimulação olfativa. Especialistas afirmam que é recomendado criar intervalos sem cheiros para que o olfato se renove antes de receber mais óleos essenciais.”

(FERRAZ, ANDRÉ – “GUIA COMPLETO DE AROMATERAPIA”)

 

PARA DIFUSORES:

– 8 gotas de Óleo Essencial de Grapefruit, Laranja ou Tangerina ou

– 3 gotas de Óleo Essencial de Alecrim ou

– 3 gotas de Óleo Essencial de Gerânio

 

PARA FAZER MASSAGEM/AUTOMASSAGEM:

1 – DAR ENERGIA FÍSICA:

– 10 ml de óleo vegetal extravirgem (amêndoas doces, macadâmia, girassol ou semente de uva)

– 3 gotas de óleo essencial de Alecrim

– 3 gotas de óleo essencial de Eucalipto Globulus

– 2 gotas de óleo essencial de Laranja Doce

 

2 – DAR ENERGIA EMOCIONAL:

–  10 ml de óleo vegetal extravirgem (amêndoas doces, macadâmia, girassol ou semente de uva)

– 3 gotas de óleo essencial de Petit-Grain

– 2 gotas de óleo essencial de Ylang-Ylang, Cananga ou Jasmim (mulher), ou sândalo ou cedro (homem)

– 2 gotas de óleo essencial de Gerânio ou Rosa

– 1 gota de óleo essencial de Mirra

– 1 gota de óleo essencial de Mandarina

 

3 – DAR ENERGIA MENTAL:

–  10 ml de óleo vegetal extravirgem (amêndoas doces, macadâmia, girassol ou semente de uva)

– 3 gotas de óleo essencial de Alecrim

– 3 gotas de óleo essencial de Verbena- Limão

– 2 gotas de óleo essencial de Petit-Grain

 

4 – ANSIEDADE/INSÔNIA:

–  10 ml de óleo vegetal extravirgem (amêndoas doces, macadâmia, abacate ou semente de uva)

– 6 gotas de óleo essencial de Lavanda

– 2 gotas de óleo essencial de Laranja Doce

 

CUIDADO:

Alguns óleos essenciais usados na pele podem gerar queimaduras e manchas se a pele for exposta ao sol após a aplicação (fototoxicidade).

Os óleos essenciais fototóxicos mais comuns são: Laranja, Limão, Tangerina, Bergamota e Arruda.

Porém, algumas empresas produzem estes óleos essenciais livres de furanocumarinas (LFC).

 

2 – FLORAIS, MODULADORES E INDUTORES FREQUENCIAIS:

 

A – FLORAIS DE BACH: Gorse, Gentian, Cherry Plum, Sweet Chestnut, Mustard, Pine, Star of Bethlehem

 B – FLORAIS DE MINAS: Supplerium, Borragine, Heliotropium, Tagetes, Sinapsis

C – FLORAIS AUSTRALIANOS: Confid Essence, Sturt Desert Pea

#POSOLOGIA: 4 gotas de 4 a 6 vezes ao dia

 D – FI-FLORAL DE MINAS: Serenium (20 gotas com um pouco de água- 4 vezes ao dia)

E – FITOQUÂNTIC:

 – Neurotox – 10 gotas de 3 a 4 vezes ao dia +

– Diátese IV – 15 gotas ao acordar e ao deitar +

– Animus ou Consciencius – 15 gotas ao acordar e ao deitar

Se houver INSÔNIA:

– Nutrissono – 10 gotas de 3 a 4 vezes ao dia.

3 – MANDALAS

Manipular mandalas podem ajudar na depressão.

O psiquiatra e psicoterapeuta suíço, fundador da PSICOLOGIA ANALÍTICA: CARL GUSTAV JUNG (1875 – 1961) estudou as mandalas profundamente e descobriu os efeitos curativos das mandalas e foi o primeiro que trouxe o uso TERAPÊUTICO DAS MANDALAS.

Jung percebeu que a presença das imagens circulares das mandalas proporcionava as pessoas um efeito de serenidade que as ajudavam reencontrarem um sentido e ordem na vida.  As mandalas ajudavam a conservar essa ORDEM PSÍQUICA ou restabelecê-la quando essa ordem desaparece. Ou seja, nos momentos difíceis da vida, em que nos sentimos “perdidos” e vulneráveis, as mandalas nos ajudam a  equilibrar e restabelecer o bem estar. Elas exercem uma força que estimula e conduz ao nosso próprio centro, trazendo uma espécie de aconchego e proteção.

VERÔNICA DUTENKEFER

Psicoterapeuta e Terapeuta Holística

(11) 96484-5432

veveduten@yahoo.com.br